ANÁPOLIS GOIÁS
MADRUGADA SERTANEJA
Atualizado em 22/02/2023 - 13:46

José Moreira Veloso foi condenado a 33 anos, 3 meses e 7 dias de prisão por assassinar a facadas ex-companheira Paulyana Gomes de Lima. O feminicídio ocorreu na madrugada do dia 3 de setembro de 2021, no Jardim das Oliveiras, em Anápolis. O Ministério Público de Goiás (MP-GO) denunciou o autor, que trabalhava como barbeiro. O julgamento aconteceu na última quinta-feira (16).

Portanto, o Tribunal do Júri reconheceu que José Moreira, de 33 anos, praticou o crime de homicídio com três qualificadoras: com emprego de meio cruel; com emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima e contra a mulher por razões da condição de sexo feminino. Paulyana tinha 37 anos.

Segundo a denúncia, o casal permaneceu juntos por quase quatro anos. Por fim, o barbeiro não aceitava o término do relacionamento e começou a perseguir e ameaçar a vítima.

A promotora de Justiça Camila Fernandes Mendonça sustentou a acusação na sessão de julgamento, presidida pela juíza Nathália Bueno Arantes da Costa.

Sobre o feminicídio

De acordo com as investigações, naquela madrugada, o barbeiro chegou na residência por volta de 3 horas e esfaqueou Paulyana. A filha da vítima, há época com 16 anos, presenciou a mãe sendo assassinada.

Horas após o crime, o autor foi preso em flagrante. Nesse sentido, com todas as evidências e conclusão do inquérito os jurados entenderam que José Moreira Veloso foi o responsável pela morte da ex-companheira.

Plantão Policial

Ouça os detalhes do movimentado Plantão Policial registrado de sexta-feira (17) para sábado (18):

Saiba mais:

Mulher tem o pescoço perfurado ao ser agredida pelo ex-marido em Anápolis 

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem