ANÁPOLIS GOIÁS
MANHÃ DA SÃO FRANCISCO
Atualizado em 13/06/2024 - 11:56
Francisco deve se reunir com Lula e outros líderes mundiais. (Foto: Reprodução)
Francisco deve se reunir com Lula e outros líderes mundiais. (Foto: Reprodução)

O vaticano informou na manhã desta quinta-feira (13) que Francisco será o primeiro Papa a participar do G7. O encontro que reúne os líderes das principais economias do mundo terá como objetivo discutir temas urgentes do cenário internacional, como os conflitos em Gaza e na Ucrânia e as mudanças climáticas.

O papa participará do G7 para demonstrar suas preocupações em relação ao desenvolvimento das inteligências artificiais.

“A dignidade intrínseca de cada pessoa e a fraternidade que nos une como membros da única família humana devem estar na base do desenvolvimento de novas tecnologias e servir como critérios indiscutíveis para as avaliar antes da sua utilização, para que o progresso digital possa verificar-se no respeito pela justiça e contribuir para a causa da paz. Os avanços tecnológicos que não conduzem a uma melhoria da qualidade de vida da humanidade inteira, mas pelo contrário agravam as desigualdades e os conflitos, nunca poderão ser considerados um verdadeiro progresso”, escreveu o Papa em uma mensagem destinada ao mundo em 1° de janeiro de 2024.

Francisco deve se reunir com Lula e também conversará com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden; da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy; Emmanuel Macron, da França; Narendra Modi, da Índia; Justin Trudeau, do Canadá; Recep Tayyip Erdogan, da Turquia; William Ruto, do Quênia; Abdelmadjic Tebsoune, da Argelia; e a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem