ANÁPOLIS GOIÁS
MADRUGADA SERTANEJA
Atualizado em 01/06/2024 - 13:11
Bafômetro indicou que advogado dirigia bêbado (Foto: Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um advogado, de 48 anos, que dirigia bêbado na tarde desta sexta-feira (31). Tudo aconteceu após funcionários da concessionária Triunfo Concebra relatarem que um motorista, supostamente embriagado, não conseguia pagar o pedágio. O flagrante ocorreu na praça de pedágio em Goianápolis, localizada na rodovia BR-060 entre Anápolis e Goiânia.

A reportagem da Rádio São Francisco FM apurou que os policiais abordaram o advogado após ele apresentar sinais claros de embriaguez, como dificuldade para manter o equilíbrio e fala desconexa. Além disso, ele não conseguiu efetuar o pagamento da tarifa do pedágio, levantando suspeitas sobre seu estado de sobriedade.

Ao soprar o bafômetro, a PRF identificou que o equipamento registrou um teor alcoólico de 0.69 miligramas por litro de ar expelido pelos pulmões do advogado. Como resultado, o profissional da advocacia recebeu voz de prisão pelo crime de embriaguez ao volante. Em seguida, a PRF apresentou o motorista na Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Anápolis.

Agora, o advogado responderá judicialmente pelo crime de dirigir sob efeito de álcool. O nome do profissional da advocacia não foi divulgado, e, por esse motivo a reportagem não conseguiu ouvir a versão do envolvido no crime de trânsito.

Plantão Policial

Ouça detalhes exclusivos da prisão do advogado e de outros flagrantes registrados em Anápolis neste sábado (1º):

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem