ANÁPOLIS GOIÁS
CONEXÃO SERTANEJA
Atualizado em 20/02/2024 - 12:40

Quinze anos de reclusão, esse poderá ser o tempo de cadeia para um cidadão palestino, de 78 anos, que mora em Anápolis (GO). Muhamad Abdus Salam Isa Muhamad, conhecido como ‘Turco da Vila Góis’, é investigado pelo crime de estupro de vulnerável, cometido contra uma criança de 6 anos. De acordo com a Polícia Civil, o idoso reside no Brasil há mais de quarenta anos.

Muhamad foi preso nesta segunda-feira (19) pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). Em entrevista à Rádio São Francisco FM, a delegada Aline Lopes Cardoso, diz que o palestino era amigo da família da vítima. Desse modo, durante uma visita, ele fingiu que estava brincando de pique-pega com a criança e praticou os atos libidinosos.

De acordo com as investigações, o idoso se aproveitou do momento que sua esposa conversava com a mãe da criança. “Ele não se intimidou, nem pela presença da mãe da criança, da sua própria esposa, e nem mesmo com as câmeras de segurança instaladas no local onde ele cometeu os abusos”, diz Aline Lopes ao repórter Jonathan Cavalcante.

“Então, isso mostra o quanto esse tipo de criminoso é audacioso, acostumado a fazer esse tipo de coisa, e ele não se intimida. Por isso que devemos sempre estar muito atentos. Essa família foi muito perspicaz e percebeu o momento que aconteceu o abuso. Graças à Deus haviam câmeras no local”, pontua a delegada.

Segundo a DPCA, por se tratar de um cidadão palestino havia o risco de fuga do investigado. Nesse sentido, a justiça autorizou de forma rápida a prisão do idoso.

<yoastmark class=

Muhamad, o ‘Turco da Vila Góis’, poderá ficar preso por até 15 anos

A Polícia Civil autorizou a divulgação da imagem do investigado com o objetivo de identificar eventuais outras vítimas que teriam sido abusadas pelo suspeito. Segundo a delegada Aline Lopes, a denúncia da família, as imagens das câmeras e o trabalho investigativo da DPCA foram fundamentais para que o investigado fosse preso.

“Esse idoso está recolhido no presídio e vai responder pelo crime de estupro de vulnerável. Desse modo, a pena pode chegar a até 15 anos de reclusão”, finaliza.

Ouça a entrevista com a delegada no Plantão Policial

Em primeira mão, o jornalismo da 97.7 FM ouviu a delegada Aline Lopes sobre a prisão de Muhamad Abdus Salam Isa. Assim, o conteúdo está disponível no Plantão Policial divulgado nesta terça-feira (20):

Em tempo

A divulgação da imagem do investigado foi procedida nos termos da Lei 13.869/2019, portaria normativa n° 02/2020/DGPC e portaria n° 547/2021/DGPC, tendo em vista o interesse público no sentido de identificar outras eventuais vítimas de crimes praticados por ele.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem