Caso Douglas: PM de Anápolis diz que jovem estava armado e família relata que vítima era inocente

Douglas Araújo da Silva, de 19 anos morreu ao ser abordado pela Polícia Militar (PM) no setor Jardim Alvorada, em Anápolis. Segundo o Tático do 4º BPM, o jovem estava com um revólver e fez menção de atirar contra os policiais. Já familiares e amigos da vítima dizem que o jovem era inocente e pede que o caso seja apurado. Douglas não resistiu aos ferimentos ao ser baleado na noite de terça-feira (19).

Testemunhas disseram que ele voltava do trabalho quando foi alvo dos disparos. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, mas apenas constatou o óbito de Douglas.

Conforme apurado pela reportagem da 97.7 FM, não constavam antecedentes criminais contra a vítima. Equipes da Polícia Civil e Polícia Científica realizaram apurações na cena da abordagem.

Segundo o Tático, o jovem portava um revólver calibre 38, com cinco munições intactas. A arma de fogo foi apreendida e apresentada na Central de Flagrantes.

Suposta arma que estava com a vítima (Foto: Divulgação/4º BPM)
Suposta arma que estava com a vítima (Foto: Divulgação/4º BPM)

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Whatsapp
Enviar mensagem