ANÁPOLIS GOIÁS
VIGÍLIA FRANCISCANA
Atualizado em 08/07/2023 - 9:56

“Robôs humanóides podem governar com um maior nível de eficiência e eficácia que líderes humanos.” Foi o que disse Sophia, uma inteligência artificial, durante a Cúpula Mundial sobre IA para o Bem (“AI for Good Global Summit”).

A conferência realizada pela Organização das Nações Unidas na última sexta-feira (7) contou com a participação de pesquisadores e das próprias máquinas, que responderam a diversas perguntas sobre o futuro.

Os robôs

Beonmi, Nadine, Geminoid, 4NE-, Ai-Da Robot, Grace, Desdêmona e Sophia representaram os robôs humanóides no encontro. As máquinas foram criadas com propósitos diversos: fornecer cuidado médico, substituir seu criador em eventos e até ser uma estrela do rock!

Sophia, que também é embaixadora de Inovação de robôs para o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas, completou:

“Não temos os mesmos preconceitos, ou emoções, que às vezes podem obscurecer a tomada de decisões e podemos processar rapidamente grandes quantidades de dados para tomar as melhores decisões”

Com as avançadas pesquisas em inteligência artificial, surgem novas ferramentas e desafios que estão presentes em todos os aspectos da vida atual. Uma das principais preocupações da ONU é estabelecer regras que garantam o bom uso e a segurança das IAs.

Como a própria Sophia concluiu: “a colaboração entre humanos e IA pode criar uma sinergia eficaz.

Veja a seguir alguns trechos da AI for Good Global Summit:

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem