ANÁPOLIS GOIÁS
CONEXÃO SERTANEJA
Atualizado em 28/12/2023 - 18:15

A Diocese de Anápolis, através da Associação Pró-Vida promoveu na manhã desta quinta-feira (28) a Marcha dos Santos Inocentes. A concentração aconteceu na Catedral Bom Jesus e na sequência os fiéis caminharam pelo centro da cidade. O ato reuniu dezenas de pessoas, representantes do clero, movimentos e pastorais, que se opõem a propostas de flexibilização das leis que regulam o aborto no Brasil.

Conforme a Diocese de Anápolis, a Marcha dos Inocentes é uma tradição anual e faz parte do calendário litúrgico de Anápolis. Os participantes levaram faixas, cartazes e símbolos em defesa da vida desde a concepção. O encerramento da marcha foi marcado por uma solene Santa Missa na Catedral Bom Jesus, presidida pelo bispo auxiliar da diocese Dom Dilmo Franco.

“O sangue dos Santos Inocentes é prenúncio do sangue dos mártires que serão mortos em defesa do nome de Cristo. Defender a vida não é só impedir que a criança seja morta, mas oferecer-lhe a vida na graça de Deus”, disse o padre Luiz Lodi durante a homilia.

Legislação vigente

No Brasil o aborto é proibido por lei, a não ser nos casos em que a gravidez é decorrente de estupro, quando há risco à vida da gestante ou quando há um diagnóstico de anencefalia do feto. Nestas circunstâncias, o procedimento deve ser oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

No exterior

O Papa Francisco, em sua Exortação Apostólica n° 214 mantém o posicionamento histórico da Igreja contra o aborto. “Não se deve esperar que a Igreja altere a sua posição sobre esta questão. A propósito, quero ser completamente honesto. Este não é um assunto sujeito a supostas reformas ou ‘modernizações’. Não é opção progressista pretender resolver os problemas, eliminando uma vida humana“, afirmou.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem