Romaria do Divino Pai Eterno retorna ao formato presencial com protocolos sanitários

divino pai eterno

Após dois anos de maneira remota, por conta da pandemia de Covid-19, a Romaria do Divino Pai Eterno voltará a ser presencial. O evento religioso, realizado em Trindade, será entre os dias 24 de junho e 3 de julho. A festa terá algumas mudanças e protocolos sanitários. A informação foi anunciada nesta quarta-feira (4).

Segundo o governador Ronaldo Caiado (Dem), a expectativa é de que o evento receba 5 milhões de fiéis nos 10 dias de duração. “Não é só o Estado, mas o Brasil inteiro vem para Trindade”, declarou. Caiado explicou que a decisão para retorno do público leva em consideração o atual cenário epidemiológico e que foi fruto de uma decisão conjunta entre estado e município.

De acordo com o pároco da Paróquia de Trindade, Padre João Bosco, haverá mudanças em relação as missas. “As celebrações maiores serão abertas, ou seja, fora da igreja na Praça Dom Antônio Ribeiro de Oliveira. Teremos um intervalo de 1h30 entre uma missa e outra para ter a higienização do local”, explicou.

O prefeito de Trindade, Marden Júnior (Patriota), disse que a segurança contra a Covid-19 será reforçada. “Teremos as barreiras sanitárias que serão instaladas pela cidade e também pontos de atendimento clínico para que as pessoas possam ter acesso aos locais para testagem”, garantiu.

Romaria

Celebração centenária, a Romaria do Divino Pai Eterno é uma novena intercalada por diversas outras manifestações religiosas católicas, como procissões, missas e confissões. Conta com a participação de milhões de fiéis chegando a pé, em comitivas a cavalo ou em procissões de carros de boi vindos do interior de Goiás, de diferentes estados brasileiros e até de outros países.

Em 2019, data da última edição, mais de 3 milhões de visitantes passaram por Trindade, oitava cidade mais populosa de Goiás. O evento é a maior festa religiosa da região Centro-Oeste. O tema em 2022 é “Pai Eterno, fazei novas todas as coisas”.

O padre João Bosco acredita que a atual edição será a “melhor de todos os tempos”. “Todas as pessoas olham para o Divino Pai Eterno que aqui é celebrado, comemorado com tão grande júbilo”, disse o religioso ao contar que são 182 anos de história e devoção.

(Foto: Danilo Eduardo/Afipe)

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Whatsapp
Enviar mensagem