ANÁPOLIS GOIÁS
VIGÍLIA FRANCISCANA
Atualizado em 28/11/2023 - 13:29

O Germminar, com apoio da Fundação Frei João Batista Vogel (FFJBV), realizou na tarde deste sábado (25) a 5ª Edição do Projeto Germminação: WorkShop Meu 1° Emprego, no Bairro da Lapa, em Anápolis. O objetivo da ação é oferecer treinamento profissional gratuito para jovens em vulnerabilidade social. Como resultado, 34 adolescentes e jovens de 14 a 24 anos foram contemplados com o projeto realizado na Escola Municipal Raimunda de Oliveira Passos.

De acordo com a jornalista Inaê Ribeiro, coordenadora de projetos sociais da FFJBV, o WorkShop proporciona aos participantes uma nova perspectiva, a visão de oportunidades para a transformação da própria vida. “Esse projeto aconteceu porque uma moradora falou conosco. Me refiro à Edna Maria de Almeida, que é uma pessoa conhecida aqui no bairro da Lapa por propor e trazer benefícios para sua comunidade”, destacou.

Como ter um WorkShop meu 1° Emprego no seu bairro, em 2024

Para o ano de 2024, já estão sendo planejadas outras quatro edições do WorkShop Meu 1° Emprego. “De imediato, fica o convite para quem gostaria de ver esse projeto acontecendo em seu bairro. Para isso, entre em contato conosco, pois estamos à disposição para fazer a diferença”, pontua Inaê.

Portanto, basta entrar em contato por meio do Whatsapp: (62) 9 9682-5514

Resultados do projeto

Edna Almeida, que participou ativamente do processo para selecionar os jovens que participaram no Bairro da Lapa, destacou a importância do contato com a comunidade para a viabilização do projeto. “Como faço trabalho comunitário, eu já tinha noção desta demanda que temos aqui. Então, procurei indicações de pessoas que precisariam participar do projeto”, afirmou.

Eldi Oliveira, idealizadora do projeto Germminar, expressou satisfação quanto aos resultados do projeto. “Esta é a segunda edição do WorkShop meu 1° Emprego e percebemos que as realidades foram muito parecidas com as da primeira. No entanto, cada jovem é único e tentamos ser sensíveis em relação às especificidades de cada um, para melhorar cada vez mais”, adicionou a idealizadora.

Um dos jovens mencionados por Eldi é Rian Moraes, de 17 anos. “Eu nunca tive um emprego, vi a oportunidade e pensei que seria um bom lugar para me preparar. Já aprendi muito sobre recursos, por exemplo do CRAS, que eu nem sabia que existiam. Espero que eu tenha muitas portas abertas a partir de hoje”, diz o adolescente.

Durante o evento também aconteceram oficinas com o objetivo de ensinar inteligência emocional, produção de currículo e postura durante uma entrevista de emprego. Foram sorteados um tablet, livros de economia financeira, kits da Rádio São Francisco FM, cadernos da Totvs e bolachas Café Rancheiro.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem