ANÁPOLIS GOIÁS
CONEXÃO SERTANEJA
Atualizado em 27/02/2024 - 19:22

Jair Bolsonaro chegou a reunir 185 mil pessoas na Avenida Paulista neste domingo (25). A estimativa é do Monitor do Debate Político no Meio Digital, da Universidade de São Paulo (USP), o estudo também aponta que o pico de concentração foi às 15 horas e que, por volta das 17 horas, havia entre 45 mil e 30 mil pessoas presentes.

Personalidades ligadas ao ex-presidente e lideranças da direita marcaram presença na manifestação. Entre os principais nomes de Goiás, estiveram na Paulista o governador Ronaldo Caiado (União Brasil) e o deputado federal Gustavo Gayer (PL).

Márcio Correa, atual pré-candidato à prefeitura de Anápolis pelo MDB também marcou presença no evento bolsonarista.  O vereador de Anápolis Hélio Araújo (PL) também esteve na manifestação, mas não conseguiu se aproximar de Bolsonaro.

O prefeito Roberto Naves (Republicanos) não compareceu ao evento, mas fez uma postagem em solidariedade ao ex-presidente e aos manifestantes.

Também estiveram presentes na manifestação: Michelle Bolsonaro; Silas Malafaia; Tarcísio de Freitas (governador de São Paulo pelo Republicanos); Romeu Zema (governador de Minas Gerais pelo Novo); Jorginho Mello (governador de Santa Catarina pelo PL); Valdemar da Costa Neto (presidente do PL); Ciro Nogueira (presidente do PP e senador); Nikolas Ferreira (deputado federal pelo PL-MG) e Carla Zambelli (deputada federal pelo PL-SP).

Investigação

Bolsonaro convocou a manifestação poucos dias depois do depoimento à Polícia Federal em que o ex-presidente permaneceu em silêncio. Ele é investigado por  suspeita de participação em uma tentativa de golpe de Estado para permanecer no poder.

Ele foi o último a discursar e começou sua fala relembrando a carreira política, a facada sofrida durante a campanha de 2018 e a derrota nas eleições de 2022. O ex-presidente também falou sobre as investigações, afirmou estar sendo perseguido e negou estar envolvido em qualquer tentativa de golpe de Estado.

Conforme a USP, o número de pessoas presentes na manifestação foi calculado a partir de um total de 43 fotos submetidas à análise de um software. As imagens foram registradas entre as 15 horas, quando Bolsonaro chegou à Paulista, e as 17 horas, pouco depois dele ter ido embora.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem