ANÁPOLIS GOIÁS
Atualizado em 08/02/2024 - 18:08

Wang Aoji foi ao dentista para retirar os sisos, um procedimento de rotina, e sofreu uma hemorragia cerebral. O engenheiro mecânico de 23 anos morreu após ficar 14 dias em coma, devido às complicações do procedimento.

Segundo o jornal Dimsum Daily, o jovem adoeceu após a cirurgia, realizada no Hospital Popular de Kuichong, no distrito de Dapeng, em Shenzhen.

O jovem sofreu um colapso súbito enquanto fazia um exame de raio-x, pouco depois de tirar os sisos. Após ser socorrido pela equipe médica e despertar, o paciente contou que sofria de desmaios. Ele não possuía nenhuma doença crônica diagnosticada.

Hemorragia intracraniana

O engenheiro piorou rapidamente e foi encaminhado para o pronto-socorro enquanto convulsionava. Uma tomografia revelou que Wang sofreu uma hemorragia intracraniana. Os médicos fizeram uma cirurgia urgente de craniotomia (retirada de uma parte do cranio) para tentar acessar a origem do sangramento, sem sucesso.

Wang faleceu em 12 de agosto, mas o caso só ganhou atenção da imprensa internacional recentemente. A causa da morte foi registrada como disfunção do sistema nervoso central e falência múltipla de órgãos.

As autoridades de saúde locais negaram que houvesse relação entre a morte de Wang Aoji e a cirurgia de retirada dos sisos. A família do jovem, no entanto, alegou negligência médica e solicitou uma indenização de 1,8 milhão de yuans (R$ 1,26 milhão). O caso segue em investigação.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem