Goiás confirma dois casos de Zika Vírus em gestantes, em Vicentinópolis e Inhumas

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) confirmou dois casos de zika vírus em grávidas. De acordo com a pasta, as duas mulheres estão sendo acompanhadas e, até o momento, não há informação de sequela para os bebês. As infecções ocorreram no município de Vicentinópolis e também em Inhumas.

A mãe de Vicentinópolis já deu à luz, mas a criança ainda vai passar por investigação pelo comitê de investigação de microcefalia para que haja um diagnóstico do bebê. No caso da mãe de Inhumas, a criança ainda não nasceu. Com isso, é preciso aguardar o nascimento para a realização dos mesmos procedimentos.

Transmissão

Ao todo, a secretaria confirmou 11 casos de infecção por zika vírus em Goiás, transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, o mesmo da dengue e da Chikungunya.

A recomendação é usar repelente, telar as casas se possível, e eliminar criadouros do mosquito. Nos casos confirmados, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) orienta que as secretarias municipais façam o bloqueio, verifiquem possíveis locais que acumulam água, façam a nebulização e outras medidas para acabar com o mosquito e possíveis larvas.

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Whatsapp
Enviar mensagem