ANÁPOLIS GOIÁS
FESTA DA MUSICA
Atualizado em 13/03/2023 - 12:12

A vacinação contra a mpox, doença antigamente chamada de varíola dos macacos, começou no Brasil nesta segunda-feira (13). De acordo com o Ministério da Saúde, serão distribuídas 47 mil doses aos estados e ao Distrito Federal.

Em Anápolis, ainda não há previsão de início da vacinação. À Rádio São Francisco, a diretora de Vigilância Epidemiológica do município, Mirlene Garcia, informou que Goiás deve receber os imunizantes nesta terça (14).

Quem pode tomar o imunizante

Nessa primeira fase, terão prioridade pessoas com maior risco de evolução para as formas graves como, por exemplo, pessoas que vivem com HAIV/Aids e profissionais de laboratórios. De acordo com o Ministério da Saúde, o público-alvo inicial representa cerca de 16 mil pessoas.

Também está prevista a vacinação para pessoas que tiveram contato direto com os fluidos e secreções corporais de casos suspeitos ou confirmados para a mpox.

De acordo com o ministério, a estratégia e o público prioritário para a vacinação foram acordados com os estados, municípios e o DF. Ainda segundo a pasta, os casos da doença estão em queda em todo o mundo e no Brasil.

Aprovação da vacina

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprovou, em agosto, a dispensa de registro para que o Ministério da Saúde (MS) importe e utilize no Brasil a vacina Jynneos/Imvanex contra a varíola dos macacos, com validade de seis meses. Em fevereiro, no entanto, a Anvisa aprovou a prorrogação da dispensa de registro. Saiba os motivos.

“O imunizante é destinado a adultos com idade igual ou superior a 18 anos e possui prazo de até 60 meses de validade, quando conservado entre -60°C e -40°C. A prorrogação da dispensa temporária e excepcional é válida por mais seis meses e se aplica somente ao Ministério da Saúde, desde que não seja expressamente revogada pela Anvisa.

 

 

Com informações da Agência Brasil.

 

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem