ANÁPOLIS GOIÁS
MANHÃ DA SÃO FRANCISCO
Atualizado em 02/05/2024 - 17:59
Após ser presa, Érika afirmou novamente que "Tio Paulo" era seu parente e que ela cuidava dele. (Foto: Reprodução)
Após ser presa, Érika afirmou novamente que "Tio Paulo" era seu parente e que ela cuidava dele. (Foto: Reprodução)

Érika de Souza foi libertada nesta quinta-feira (2). A mulher levou o cad4ver de “Tio Paulo” para uma agência bancária no Rio de Janeiro, e tentar fazer um empréstimo no valor de R$ 17 mil usando o nome dele. Ela estava presa preventivamente desde o dia 16 de abril, enquanto aconteciam as investigações.

A sobrinha de “Tio Paulo” estava presa no Instituto Penal Djanira Dolores de Oliveira e teve a liberdade concedida pela juíza Luciana Mocco, da 2ª Vara Criminal de Bangu. Apesar de ter saído da cadeia, Érika continuará a responder por vilipêndio de cad4ver e tentativa de estelionato.

Além disto, ela precisará cumprir uma série de medidas cautelares, que incluem a obrigação de comparecer uma vez por mês e fornecer informações atualizadas sobre seu endereço. Érika também só poderá ser internada em uma unidade de saúde mental se apresentar laudo médico e não poderá deixar a cidade em que vive por mais de sete dias.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem