ANÁPOLIS GOIÁS
SINTONIA, DESPERTAI
SÃO FRANCISCO NEWS
Atualizado em 06/12/2023 - 13:13

Está preso o caminhoneiro que estuprava duas meninas, de 04 e 13 anos de idade. Esse padrasto agia com a autorização da mãe das crianças, a qual já se encontra presa desde o dia 27 de novembro, em Alexânia. De acordo com a Polícia Civil, o homem estava em Aparecida de Goiânia prestes a fugir para o estado de São Paulo. O caminhoneiro era considerado foragido da justiça e foi detido no início da madrugada desta quarta-feira (6).

A delegada Silzane Bicalho revelou detalhes das investigações em entrevista exclusiva à Rádio São Francisco FM. “É um dos casos mais chocantes que eu já vi. De alguma forma, esse caminhoneiro manipulava a cabeça dessa mãe”, afirmou. Os abusos começaram em Alexânia, a 66 km de Anápolis.

Com isso, a Polícia Civil finalizará o Inquérito Policial e o remeterá ao Poder Judiciário para que a mãe e o padrasto das crianças respondam pelos crimes de estupro de vulnerável.

Mãe das meninas assumiu as acusações

De acordo com a responsável pelas investigações, a mãe das crianças assumiu todas as acusações. “Perguntei se ela tinha algum problema mental, ou se usava entorpecentes, ela disse que não. Essa mãe disse que conheceu o companheiro pela internet. Além disso, ela resolveu mudar para São Paulo com ele, levando as meninas”, disse a delegada Silzane Bicalho ao repórter Jonathan Cavalcante.

Mãe das crianças foi presa pela Polícia Civil em Alexânia (Foto: Divulgação/ PC-GO)
Mãe das crianças foi presa pela Polícia Civil em Alexânia (Foto: Divulgação/ PC-GO)

As investigações da Polícia Civil de Abadiânia identificaram inúmeras mensagens de conteúdo pornográfico no celular da mãe das crianças. “A todo momento ela envia fotos sensuais para o companheiro. Ela também enviou diversos conteúdos para a filha com fotos do órgão genital do padrasto dizendo: olha, o nosso homem está nos esperando“, afirmou.

Segundo a delegada, as mensagens indicam que o padrasto caminhoneiro estava pressionando para buscar a criança de 5 anos para que ele pudesse estuprá-la. Inclusive, ele combinava com a mãe a forma como ia executar a ação.

Ouça detalhes da prisão do caminhoneiro no Plantão Policial da 97.7 FM:

Confira na edição desta quarta-feira (06) do Plantão Policial as atualizações desse caso e a entrevista com a delegada Silzane Bicalho:

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem