ANÁPOLIS GOIÁS
CONEXÃO SERTANEJA
Atualizado em 19/03/2024 - 13:03
Com a nova linha de alta tensão, desde o ano passado a equatorial investiu aproximadamente R$ 130 milhões em Anápolis. (Foto: Divulgação / Equatorial)
Com a nova linha de alta tensão, desde o ano passado a equatorial investiu aproximadamente R$ 130 milhões em Anápolis. (Foto: Divulgação / Equatorial)

A Equatorial Goiás comunicou a ativação de uma nova linha de distribuição de alta tensão (LDAT) em Anápolis. A obra amplia a oferta de energia na região do Distrito Agroindustrial (Daia) e da região leste da Grande Goiânia. A estimativa da empresa é a de que a LDAT alcance aproximadamente 190 mil clientes.

A nova linha tem mais de 10 quilômetros de extensão e dois novos vãos de alta tensão para interligação das Subestações Pireneus e Daia, aliviando as linhas que já atendem o município e possibilitando uma nova fonte de alimentação em caso de falha.

“Essa entrega acompanha o crescente desenvolvimento de Anápolis. É uma obra que vai aumentar a oferta de energia disponível para a cidade e melhorar os níveis de tensão ofertados no município”, afirma o presidente da Equatorial Goiás, Lener Jayme.

O CEO da BRG Geradores, Silvio de Oliveira, acredita que o investimento feito pela distribuidora de energia vai proporcionar mais desenvolvimento para o Daia. “Com a chegada da Equatorial vimos um compromisso maior com o empresariado. Essa linha de 138 kv vai dar um alívio muito grande para o sistema, teremos uma qualidade de energia melhor.”

Desde o ano passado a equatorial investiu aproximadamente R$ 130 milhões em Anápolis. Além da nova linha, de acordo com a companhia, há também a Subestação Anápolis Universitário, e outras obras que ampliaram as subestações Daia e Jundiaí.

As obras realizadas pela Equatorial no estado de Goiás podem ser consultadas através do site “trabalhômetro“.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem