ANÁPOLIS GOIÁS
CONEXÃO SERTANEJA
Atualizado em 14/12/2022 - 14:03
Registro mostra momento em que grupo de usuários de entorpecentes e moradores de rua entram em vias de fato (Foto: Captura/Rádio São Francisco)

Medo e insegurança fazem parte da rotina dos moradores e comerciantes da Rua Couto Magalhães e Rua 14 de Julho, no Centro de Anápolis. Imagens de uma briga envolvendo usuários de drogas mostram como é a realidade nas proximidades do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua, conhecido como Centro POP. Veja abaixo.

O registro, de 27 de outubro de 2022, mostra o momento em que um grupo de usuários de entorpecentes e moradores de rua entram em vias de fato. Nas imagens, é possível ver quando pedras e pedaços de madeira são utilizados nas agressões.

Morte

Na última terça-feira (13), Maicon Felipe Melo Souza, 25 anos, foi esfaqueado e morreu na porta de uma residência na Rua Couto Magalhães. Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima tinha envolvimento com drogas e havia saído há poucos dias do presídio. Veja abaixo.

“Cracolândia no Centro de Anápolis”

A reportagem da Rádio São Francisco conversou com pessoas que moram ou trabalham na região. Segundo elas, diariamente acontecem problemas envolvendo furtos, brigas, ameaça e até sexo envolvendo usuários de drogas que passam pelo setor.

Brigas, cenas de sexo e outros crimes são comuns nessa região. Eles se aglomeram na porta do Centro POP e sempre provocam confusões, inclusive atirando pedras que atingem veículos estacionados na rua. Nós estamos pedindo socorro”, desabafa o vendedor Wellisson Pires.

Maurício, que mora há mais de 20 anos na região, pede que se possível o Centro POP seja transferido do local ou que haja mais segurança para a população que passa pelo quarteirão.

“Isso aqui virou uma cracolândia no Centro de Anápolis. Eu entendo o trabalho social que é realizado, mas infelizmente a realidade é preocupante, até mesmo os idosos viraram reféns dessas pessoas. Se algo não for feito, não sabemos o que pode acontecer daqui para frente”, diz Maurício em entrevista ao repórter Rubens Júnior.

O que diz a PM e a prefeitura

Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Anápolis ainda não se posicionou sobre o assunto que envolve o Centro POP, o que deve ocorrer nesta quinta-feira (15), em entrevista ao Bate Rebate.

O comando da Polícia Militar (PM) afirma à Rádio São Francisco que patrulhamentos e abordagens são realizados diariamente no setor, e que a segurança será intensificada na região.

Local onde Maicon Felipe Melo Souza, 25 anos, foi esfaqueado e morreu, no Centro de Anápolis (Foto: Jonathan Cavalcante/Rádio São Francisco)

 

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem