ANÁPOLIS GOIÁS
CONEXÃO SERTANEJA
Atualizado em 14/03/2023 - 11:11
Sede do Procon, local onde vai acontecer o 4° Feirão de Renegociação de Divida
25 empresas participam da ação que oferecem até 90% de desconto em juros, multa e correção monetária (Foto: Divulgação/Prefeitura de Anápolis)

O Procon iniciou, nesta segunda-feira (13), o 4º Feirão de Renegociação de Dívidas. A ação acontece na sede do órgão, na Vila Jussara, em Anápolis, e se estende até 14 de abril, de segunda a sexta, das 9 às 17 horas, com atendimentos presenciais. Para participar, é necessário apresentar documentos pessoais, comprovantes de endereço e da dívida que o consumidor deseja renegociar.

De acordo com o órgão, 25 empresas participam da ação e oferecem até 90% de desconto sobre juros, multa e correção monetária, além da possibilidade de parcelamento do saldo devedor em até 20 meses. “A proposta do feirão é auxiliar o consumidor a negociar dívidas com descontos e prazos diferentes dos que são oferecidos pelas empresas. Com isso, fazer com que consigam regularizar os nomes e saiam do vermelho”, afirma o diretor do Procon, Wilson Velasco.

Empresas participantes:

  • Supervi Supermercados;
  • Vivo;
  • Tim;
  • Claro;
  • Faculdade Fama;
  • Faculdade Anhanguera;
  • Colégio Exato;
  • Unimed;
  • Radar Internet;
  • Atacadão;
  • Riachuelo;
  • Carrefour;
  • Bradesco;
  • Santander;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Sicoob;
  • Sicredi;
  • Banco do Brasil;
  • Saneago;
  • UniEvangélica;
  • Colégio Couto Magalhães;
  • Faculdade Raízes;
  • Havan;
  • Agibank.

Equatorial

Para renegociações com a Equatorial Energia, o consumidor deverá comparecer, até 17 de março, à unidade móvel do órgão, na Praça Americano do Brasil, no Setor Central. Além disso, nos dias 16 e 17 de março, a Equatorial vai realizar troca de lâmpadas antigas por novas lâmpadas de LED.

Última edição

Em 2022, de acordo com o Procon, o valor de renegociação foi de quase R$ 6 mi, pela Caixa Econômica Federal. Em segundo lugar, aparece acordos com a Havan, de aproximadamente R$ 200 mil; seguido por Saneago, com cerca de R$ 100 mil.

 

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem