ANÁPOLIS GOIÁS
CONEXÃO SERTANEJA
Atualizado em 14/11/2022 - 9:47
Prazo é o último para atualização nos Centros de Referência em Assistência Social de todo o país (Foto: Marcello Casal JR/Agência Brasil)

Termina nesta sexta-feira (11), o prazo para as famílias atualizarem os dados do Cadastro Único (CadÚnico), para a revisão de dados. Em 2022, segundo o Ministério da Cidadania, apenas os núcleos familiares com cadastros revisados pela última vez em 2016 ou 2017 foram convocadas para atualizar as informações junto aos municípios. É essencial manter as informações pessoais em dia para melhor acesso aos benefícios e programas sociais do governo federal.

A atualização do cadastro é obrigatória para a continuidade do recebimento de benefícios pagos via programas sociais como o Auxílio Brasil, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), a Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) e a ID Jovem. O prazo foi prorrogado devido às grandes filas que têm sido formadas em Centros de Referência em Assistência Social (Cras) de todo o país.

Quando atualizar?

O processo de revisão cadastral foi escalonado devido os impactos causados pela pandemia de covid-19. Com isso, as famílias que atualizaram dados pela última vez em 2018 ou 2019 serão convocadas nos próximos anos.

“As famílias inscritas no Cadastro Único devem atualizar os dados a cada dois anos ou sempre que houver alguma alteração. Quem for convocado para averiguação e revisão de dados deve comparecer a um Centro de Referência de Assistência Social ou a um posto de atendimento do Cadastro Único do município”, informou o Ministério em nota.

Importância dos dados

Segundo a pasta, a atualização cadastral é “fundamental para assegurar a qualidade dos dados e garantir que as informações registradas na base do Cadastro Único estejam sempre de acordo com a realidade das famílias”.

 

Conteúdo originalmente publicado por Agência Brasil

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem