ANÁPOLIS GOIÁS
SHOW DA SÃO FRANCISCO
Atualizado em 07/03/2023 - 10:23

Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil durante a segunda fase da Operação Stellionatu, em Anápolis. De acordo com as investigações, um grupo criminoso utilizava telefones celulares cadastrados em nome de terceiros, adquiria chips telefônicos para captar e aplicar golpes contra vítimas pelo WhatsApp.

A operação foi realizada nesta quarta-feira (1º) pelo Grupo Especial de Investigações Criminais (Geic). De acordo com o delegado Luiz Carlos Cruz, o crime é enquadrado na modalidade de estelionato eletrônico.

Operação aconteceu na madrugada de quarta-feira (Foto: Divulgação/GEIC)
Operação aconteceu na madrugada de quarta-feira (Foto: Divulgação/GEIC)

A investigação descobriu que o grupo atuava há, pelo menos, cinco meses e já vitimou pessoas em todo o país. Na residência de um dos alvos, de 19 anos, foram apreendidos três aparelhos celulares e 43 chips de telefone.

As investigações continuam na busca de novos membros do grupo criminoso e na localização das dezenas de vítimas.

Equipes do GEIC cumpriram três mandados de busca e apreensão (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Equipes do GEIC cumpriram três mandados de busca e apreensão (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Plantão Policial

Ouça mais informações no Plantão Policial divulgado nesta quinta-feira (2):

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem