ANÁPOLIS GOIÁS
MANHÃ DA SÃO FRANCISCO
Atualizado em 01/06/2024 - 10:56
Em uma legenda inserida no vídeo, o manifestante indica que a mulher também tentou agredir a auxiliar que registrava a cena. (Foto: Captura)
Em uma legenda inserida no vídeo, o manifestante indica que a mulher também tentou agredir a auxiliar que registrava a cena. (Foto: Captura)

Viralizaram nesta semana imagens revoltantes que mostram uma mulher em uma discussão acalorada com um manifestante em Portland, nos Estados Unidos. O homem protestava de forma pacífica enquanto segurava um cartaz que diz: “Aborto é assassinato, e você sabe disso”, em uma calçada próxima a uma clínica que realiza este tipo de procedimento, que é legal nos EUA.

Uma mulher, acompanhada de uma criança que parece ser sua filha, se aproxima, começa a discutir com o manifestante e resolve partir para a violência. Ela derruba um copo de café enquanto tenta dar um golpe no homem, que agarra os pulsos da mulher e por fim consegue contê-la, derrubando tanto ela quanto a criança no chão.

Em uma legenda inserida no vídeo, o manifestante indica que a mulher também tentou agredir a auxiliar que registrava a cena.

Por outros vídeos postados pelo homem, que é um influencer cristão, é possível entender que ele pretendia manifestar seu posicionamento e convidar pessoas que passavam pela rua para conversar sobre aborto, as gravações seriam então postadas nas redes sociais.

Veja o vídeo:

Aborto

O aborto no Brasil é criminalizado, mas mesmo assim ainda pode acontecer de forma legal nos casos em que a gestação é fruto de um abuso sexual. Conforme o “Dignitas infinita” (“dignidade infinita”), documento assinado pelo Papa Francisco e publicado em abril deste ano pelo Vaticano em defesa da Dignidade Humana, o aborto é “um assassinato deliberado e direto”.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem