ANÁPOLIS GOIÁS
SHOW DA SÃO FRANCISCO
Atualizado em 01/02/2024 - 18:20
Para Unicef, a situação se agravou durante a pandemia de covid-19 (Foto: Reprodução)

Mais de 50% das crianças brasileiras que estão no segundo ano do ensino fundamental da rede pública não aprenderam a ler e escrever. É o que diz um levantamento do Fundo Internacional de Emergência das Nações Unidas para a Infância (Unicef), com base nos dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) de 2021.

Segundo a Unicef, os resultados indicam que 56% dessas crianças não foram alfabetizadas na faixa etária esperada. A instituição aponta ainda que elas se somam a outros milhares de meninos e meninas no Brasil que estão na escola sem saber ler e escrever.

A situação já era preocupante antes da Covid 19, quando o país registrava quase 40% de crianças não alfabetizadas no segundo ano do ensino fundamental, e se agravou ao longo da pandemia.

“É urgente implementar o Compromisso Nacional Criança Alfabetizada, investindo em práticas pedagógicas eficazes, voltadas tanto às crianças em idade de alfabetização, quanto àquelas que não aprenderam na pandemia e ficaram para trás”, disse a Unicef em comunicado oficial.

O Compromisso foi lançado em 2023 pelo Ministério da Educação e é realizado em parceria com estados e municípios. O programa prevê medidas para assegurar que 100% das crianças brasileiras estejam alfabetizadas ao final do segundo ano do Ensino Fundamental.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem