ANÁPOLIS GOIÁS
SUPER NOITE ESPECIAL
Atualizado em 02/12/2023 - 9:50

Após o caso da  juíza do trabalho de Xanxerê (SC) que gritou com uma testemunha e exigiu ser chamada de “Vossa Excelência”, outro magistrado ganhou as redes, por motivos totalmente diferentes. O alagoano Kleiton Ferreira atua como juiz federal em Sergipe e compartilha trechos das audiências conduzidas com bom-humor e empatia em seu perfil do Instagram, que já possui 200 mil seguidores.

O magistrado também abre mão dos jargões jurídicos e faz questão de usar uma linguagem simples, ornamentada pelo sotaque nordestino. A conversa deixa as pessoas mais confortáveis em um momento que é de tensão e expectativa: a decisão dos casos.

Em um vídeo que já atingiu mais de 800 mil visualizações, o juiz media um acordo com o INSS para conceder a aposentadoria a uma senhora que afirma ser analfabeta funcional. “Olha, já está aposentada!” declara Kleiton. Surpreendida, a idosa pergunta: “É mesmo? Ai, não me faça chorar!”. O magistrado ri e diz: “Não chore, Dona Edna, toda vez que alguém começa a chorar eu choro também.”

Confira o vídeo da sessão

Em um outro vídeo Kleiton ouve um trabalhador rural que teve a aposentadoria negada pelo INSS por ter sido jogador profissional de futebol entre 1987 e 1988. “O caso do senhor do vídeo demonstra o quão é importante pesquisar sobre as relações de emprego que o INSS muitas vezes considera causa para afastar a qualidade de segurado especial. Foram dois anos apenas… de poucos gols”, escreve o juiz.

Kleiton nasceu em Arapiraca (AL) e atuou como advogado por 10 anos antes de ser aprovado no concurso público para o cargo de juiz federal. O magistrado também cultiva amor pela literatura, um livro de sua autoria está linkado para venda na bio do Instagram. “Espiritus Erectus” é uma história cômica sobre o encontro no pós-vida de dois homens constrangidos pela forma que morreram.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem