ANÁPOLIS GOIÁS
VIGÍLIA FRANCISCANA
Atualizado em 11/07/2023 - 13:01

A Polícia Civil confirmou a identidade do corpo encontrado parcialmente carbonizado na zona rural de Anápolis na tarde dessa segunda-feira (10). Segundo familiares, Marcos Dias Romero, de 27 anos, era usuário e possuía antecedentes por tráfico de drogas. Na mesma data, o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) também encontrou uma ossada humana na mesma região.

Em entrevista à Rádio São Francisco FM, o delegado Vander Coelho afirma que não há ligação entre os crimes. O homicídio praticado contra Marcos teria ocorrido há aproximadamente dois dias.

“Após o manuseio do cadáver, observamos que a face do homem ficou preservada. Com isso conseguimos identificar a vítima em contato com familiares. A coincidência é que ao redor da região os peritos criminais também encontraram outra ossada humana”, diz o delegado.

De acordo com a perícia, Marcos Dias Romero apresentava sinais de espancamento na cabeça e indícios de esfaqueamento. Familiares relataram às autoridades que Marcos devia muito dinheiro por se envolver com o tráfico. Agora, o trabalho da Polícia Civil é de apuração da autoria e motivação do crime.

Sobre a outra ossada, o delegado diz que há um maior intervalo de tempo desde o óbito da vítima. “O corpo estava somente no esqueleto e ainda não foi identificado. Portanto, a identificação da vítima só será possível por meio da arcada dentária ou por exame de DNA”, finaliza Vander.

Plantão Policial

Ouça mais informações no Plantão Policial divulgado na manhã desta terça-feira (11):

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem