ANÁPOLIS GOIÁS
FESTA DA MUSICA
Atualizado em 10/08/2023 - 17:32

Policiais federais cumpriram, na manhã desta quinta-feira (10), três mandados judiciais de busca e apreensão. As ações investigam suspeitos de recrutar jovens adolescentes para a organização terrorista Estado Islâmico.Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Belo Horizonte (MG) e cumpridos nos estados de São Paulo (2) e Rio de Janeiro (1).

A Polícia Federal (PF) não divulgou a identidade dos alvos da ação policial. A corporação começou a investigar a suspeita de corrupção de menores e promoção de organização terrorista em junho deste ano. Após a prisão de um brasileiro no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

Saindo do País

O homem estava prestes a viajar para o exterior a fim de se juntar ao Estado Islâmico. Segundo os investigadores, ele costumava usar aplicativos de mensagens para conversar com adolescentes, tentando convencê-los a promover e integrar a organização terrorista. Na ocasião, além de deter o suspeito quando ele tentava embarcar em um voo internacional, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão nas cidades de São José dos Campos (SP) e Barbacena (MG).

Em vigor desde 2016, a chamada Lei Antiterrorismo estabelece pena de reclusão de cinco a oito anos e multa para quem integrar e promover organização terrorista. No Brasil, o crime se classifica como hediondo.

Além disso, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) prevê uma pena de um a quatro anos de reclusão para quem incorra no crime de corrupção de menores. A pena pode aumentar em um terço caso o crime envolva infrações previstas na Lei Antiterrorismo.

Fonte: Agência Brasil

Leia também:

Polícia Federal prende ex-diretor-geral da PRF Silvinei Vasques

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem