ANÁPOLIS GOIÁS
SUPER NOITE ESPECIAL
Atualizado em 13/12/2023 - 18:43

A Polícia Federal (PF) iniciou nesta terça-feira (12) a Operação Hinsberg, que busca combater o tráfico de drogas e tem como principal investigada a Anidrol, empresa de produtos químicos da qual o bodybuilder e influencer Renato Cariani é sócio.

A operação investiga o tráfico de fenacitina, um produto químico usado na produção de crack. Os agentes da PF entraram na indústria, que fica em Diadema (região metropolitana de São Paulo), na última terça-feira (12) para buscar provas. Renato é alvo das investigações e teve sua casa revistada.

O influencer tem mais de 7 milhões de seguidores no Instagram e mais de 6,3 milhões no YouTube, onde ensina sobre exercícios físicos e dietas para ganho de massa muscular.

PF revista a casa de Renato Cariani (Foto: Divulgação / PF)
PF revista a casa de Renato Cariani (Foto: Divulgação / PF)

Renato se pronunciou sobre as investigações nesta terça-feira (12) e negou irregularidades na empresa ou qualquer envolvimento dele com o esquema criminoso. O Ministério Público e a PF pedirão a prisão do influencer e de mais duas pessoas, mas a Justiça negou.

“Fui surpreendido com um mandado de busca e apreensão da polícia na minha casa, onde eu fui informado que não só a minha empresa, mas várias empresas estão sendo investigadas num processo que eu não sei, porque ele corre em “processo de justiça”. Então, meus advogados agora vão dar entrada pedindo para ver esse processo e, aí sim, eu vou entender o que consta nessa investigação.”

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem