ANÁPOLIS GOIÁS
MANHÃ DA SÃO FRANCISCO
Atualizado em 03/07/2024 - 11:50
Até mesmo o fusível da granada estava exposto e poderia ter sido puxado por Qin a qualquer momento, por mera curiosidade.  (Foto: Reprodução / SCMP)
Até mesmo o fusível da granada estava exposto e poderia ter sido puxado por Qin a qualquer momento, por mera curiosidade.  (Foto: Reprodução / SCMP)

Uma idosa chinesa passou 20 anos usando uma granada stielhandgranate, da 2° guerra mundial, como martelo. Qin, de 90 anos, havia encontrado o objeto enquanto trabalhava em sua fazenda na província de Hubei, região central da China. Pelo formado da granada, a idosa pensou que se tratava de um martelo ou, talvez, de parte de um pilão, e por isso passou a utilizar o objeto nos afazeres domésticos.

Em entrevista ao South China Morning Post, Qin disse que se quer imaginava que passou quase duas décadas correndo risco de vida. “Tenho usado em casa para triturar pimenta-de-sichuan, quebrar nozes e martelar pregos”, contou a idosa.

A situação só foi descoberta no último dia 23 de junho, quando trabalhadores se preparavam para demolir a antiga casa de Qin e acabaram reconhecendo que o “martelo” era na verdade uma granada utilizada pelo antigo exército nazista. Eles contataram a polícia imediatamente.

Uma equipe antibombas foi enviada ao local e a arma foi confiscada e destruída. Os policiais relataram que a madeira no cabo da granada estava lisa devido ao uso frequente e que a parte mais volumosa do objeto estava desgastada e levemente furada pelas batidas.

Até mesmo o fusível da granada estava exposto e poderia ter sido puxado por Qin a qualquer momento, por mera curiosidade.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem