ANÁPOLIS GOIÁS
Atualizado em 14/02/2024 - 14:46

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) inicia, a partir desta Quarta-feira de Cinzas (14), a Campanha da Fraternidade (CF). O período coincide com a Quaresma, período de preparação dos católicos para a Páscoa.

Tema da Campanha da Fraternidade de 2024

A cada ano, um tema é destacado como sinal de um convite para perceber como o pecado ameaça a vida como um todo. Em 2024, a Campanha da Fraternidade trabalha o tema Fraternidade e Amizade Social.

“Iluminados pelo Evangelho que nos traz o lema ‘Vós sois todos irmãos e irmãs‘ (cf. Mt 28,8) queremos olhar para as situações de inimizade e divisão, indiferença e ódio. Cristo nos une como família e resgata o sentido das relações humanas, para agirmos em prol da busca de uma sociedade mais amiga, justa, fraterna e solidária”, explicou a CNBB ao divulgar a Campanha da Fraternidade deste ano.

Gesto Concreto

O gesto concreto da Campanha da Fraternidade de 2024 será a Coleta Nacional da Solidariedade, que acontece em todo o Brasil durante as celebrações do Domingo de Ramos (24 de março). Os recursos arrecadados são destinados a projetos sociais das dioceses (60%) e para o Fundo Nacional de Solidariedade, que apoia iniciativas filantrópicas em todo o país (40%).

A CF foi realizada pela primeira vez na quaresma de 1962, pela Arquidiocese de Natal (RN), como uma iniciativa para arrecadar doações em favor da dignidade humana. No ano seguinte a CF foi adotada por outras 16 dioceses do Nordeste. Em 1964 a CNBB estendeu a Campanha ao nível nacional. Desde então a Campanha traz todos os anos uma mensagem de conversão e solidariedade.

Mensagem do Papa

Em 25 de janeiro, o Papa Francisco enviou aos fiéis brasileiros uma mensagem em ocasião do início da Quaresma e da Campanha da Fraternidade:

“Ao iniciarmos, com jejum, penitência e oração, a caminhada quaresmal, uno-me aos meus irmãos da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil num hino de ação de graças ao Altíssimo pelos 60 anos da Campanha da Fraternidade, um itinerário de conversão que une fé e vida, espiritualidade e compromisso fraterno, amor a Deus e amor ao próximo, especialmente àquele mais fragilizado e necessitado de atenção. Este percurso é proposto cada ano à Igreja no Brasil e a todas as pessoas de boa vontade desta querida nação”

No texto, sua Santidade concede a Bênção Apostólica à Campanha da Fraternidade e rememora a necessidade de estender o amor cristão a todos os seres vivos.

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem