ANÁPOLIS GOIÁS
MANHÃ DA SÃO FRANCISCO
Atualizado em 17/05/2024 - 16:56
Os beneficiários do Bolsa Família que vivem no Rio Grande do Sul recebem o pagamento nesta sexta-feira (17), independentemente do NIS. (Foto: Divulgação)
Os beneficiários do Bolsa Família que vivem no Rio Grande do Sul recebem o pagamento nesta sexta-feira (17), independentemente do NIS. (Foto: Divulgação)

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome começou a pagar nesta sexta-feira (17) a parcela de maio do Bolsa Família. Têm direito ao benefício as famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda de até R$ 218 mensais por pessoa.

Os beneficiários do Rio Grande do Sul recebem o pagamento nesta sexta-feira (17), independentemente do NIS. O pagamento unificado beneficiará cerca de 620 mil moradores do estado. Moradores de 79 municípios em situação de emergência ou estado de calamidade pública em seis estados também recebem o Bolsa Família nesta sexta, independentemente do NIS.

O valor mínimo do Bolsa Família é de R$ 600, mas o beneficio possui um adicional para mães de bebês de até seis meses de idade, o Variável Familiar Nutriz, que corresponde a seis parcelas de R$ 50. Há outros dois adicionais, de R$ 50 para famílias com gestantes ou filhos de 7 a 18 anos e de R$ 150 para famílias com crianças de até 6 anos.

Calendário de pagamento do mês de fevereiro

Em maio, os pagamentos começam nesta sexta-feira (17) com os beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) de final “1”. As transferências são realizadas sempre nos dias úteis, até 31 de maio, quando recebem os beneficiários com NIS final “0”. Confira o calendário:

  • NIS final 1: 17/05
  • NIS final 2: 20/05
  • NIS final 3: 21/05
  • NIS final 4: 22/05
  • NIS final 5: 23/05
  • NIS final 6: 24/05
  • NIS final 7: 27/05
  • NIS final 8: 28/05
  • NIS final 9: 29/05
  • NIS final 0: 31/05

Conforme o Ministério, serão repassados R$ 14,18 bilhões a 20,81 milhões de famílias. Neste mês o valor médio do Bolsa Família ficou em R$ 682,32.

Regra de proteção

A regra de proteção é uma norma do governo federal que determina o pagamento de metade do valor do benefício para as famílias inscritas no Bolsa Família que passarem a receber mais de R$ 218 por pessoa.

Neste caso, o pagamento mínimo é de R$ 300, adicionais também podem ser recebidos por famílias na regra de proteção. A renda máxima para ter direito à esta modalidade do Bolsa Família é de meio salário mínimo por pessoa (R$ 706).

Cerca de 2,59 milhões de famílias recebem o benefício pela regra de proteção em maio. O valor médio fica em R$ 370,87.

 

Tags

PUBLICIDADE
Whatsapp
Enviar mensagem