• ‘Zap’ da Saúde: população reclama da dificuldade em marcar consultas Segunda-feira, 28/10/2019 às 11:40:57
    Weber Witt

    O Bate Rebate recebeu, na manhã desta segunda-feira, 28, diversas reclamações de pessoas que não têm conseguido marcar consultas pelo serviço de atendimento da prefeitura de Anápolis, lançado como ‘Zap’ da Saúde, em julho deste ano.

    Com a proposta de atender demandas de consultas, exames e medicamentos, o serviço não tem funcionado como idealizado, segundo o usuário Jair Luiz Tatsch, de 53 anos, do Bairro JK. Ele, que é motorista, contou ao repórter Jonathan Cavalcante que, por conta de dores nos ombros, está sem trabalhar.

    Segundo ele, pediu agendamento de ressonância magnética e, desde o dia 26 de setembro, não obteve retorno. “Me colocaram em um grupo de WhatsApp. Mandei a solicitação, pediram para eu ir até a Secretaria de Saúde. Cheguei lá, me jogaram para o grupo de novo”, contou, ao desabafar que a sensação é de ‘joguete’.


    (Jair Luiz Tatsch)

    “Não me deram nenhuma previsão, só disseram que está no computador, que não são eles que marcam, que é o computador que marca e até agora, nada. Se a gente paga impostos, a gente tem que ser atendido. Estão brincando com nossa saúde”, acrescentou Jair. A produção de Jornalismo encaminhou o caso para a Secretaria Municipal de Saúde e aguarda posicionamento.

    Favorecimento de amigos

    Privilégio em fila de exames é o que denuncia a diarista Flávia Arruda, do Conjunto Filostro. Segundo ela, para conseguir atendimento é necessário ter quem indica. “Minha mãe marcou mamografia por duas vezes. Na primeira vez, disseram que a máquina estava quente e que não poderiam atender ela. Na segunda, passaram várias pessoas na frente dela porque eram amigos de funcionários. Ela vai procurar outra forma de fazer o exame”, desabafou.

    Quando o serviço foi lançado, no dia 22 de julho, a promessa era de praticidade para a comunidade. “A comodidade para a população não tem preço. Você vai conseguir fazer tudo isso agora sem precisar sair no horário de trabalho da sua empresa. É o início de uma nova era, de uma gestão focada nas pessoas”, prometeu Roberto Naves.

    Fotos: Jonathan Cavalcante