• Pais denunciam agressão a filho no Cmei do Filostro Quarta-feira, 23/10/2019 às 10:53:24
    Weber Witt 

    O pai de uma criança de três anos registrou boletim de ocorrência na tarde dessa terça-feira, 22, por agressão que o filho dele teria sofrido no Centro Municipal de Educação Infantil Professora Dalva Maria Dias Trindade, no Conjunto Filostro Machado, em Anápolis.

    José Uertenclai Gomes, de 28 anos, contou que, no mesmo dia em que registrou a ocorrência, o filho chegou em casa com comportamento diferente. “Ele chegou chorando, tentando se esconder e pedindo colo. Com muita dificuldade ele contou que a ‘tia’ bateu ele. Ele estava com marcas de arranhão no braço, na nuca, nas costas e debaixo do braço”, afirmou ao repórter Jonathan Cavalcante na manhã desta quarta-feira, 23.

    A criança, de acordo com José, passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). “Ela estuda em tempo integral no Maternal 1 e é hiperativa, mas nunca havia se queixado de agressão”, contou. No entanto, segundo José, não é a primeira vez que o filho tem problema com a professora. Ele disse, ainda, que procurou a unidade e foi informado pela direção que a professora seria chamada para esclarecer os fatos.

    A assessoria da Polícia Civil informou que a ocorrência foi registrada na Central de Flagrantes e ainda não chegou à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). A Secretaria Municipal de Educação ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

    “Quero acreditar que não seja verdade”

    O secretário municipal de Educação, Alex Martins, foi questionado na manhã desta quarta pelo repórter Jonathan Cavalcante sobre a denúncia, durante evento de entrega de kits odontológicos, no CMEI Casimiro de Abreu, no Parque Iracema.

    “Vamos apurar os fatos. Se realmente aconteceu, o profissional será responsabilizado. De qualquer forma nossa equipe de psicólogos vai entrar em contato com a família para realizar o acolhimento”, garantiu o secretário. “Quero acreditar que não seja verdade por confiar, verdadeiramente, em todos os profissionais que nós temos na rede [de educação]”, declarou.

    Foto: José Uertenclai Gomes