• Papa Francisco chama atenção para o drama das crianças refugiadas Quinta-feira, 13/10/2016 às 17:20:21

    Onésimo Neto

    O Vaticano divulgou nesta quinta-feira, 13, a mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial do Migrante e do Refugiado que será celebrado em 15 de janeiro de 2017. No centro da mensagem estão as crianças refugiadas. O tema “Migrantes de menor idade, vulneráveis e sem voz” chama atenção para a realidade destes menores que por vários motivos são forçados a viver longe da sua terra natal e separados de suas famílias.

    Francisco os considera três vezes mais vulneráveis, porque são de menor idade, estrangeiros e indefesos. Diante do fenômeno migratório, que não se limita mais a algumas áreas do planeta, mas atinge todos os continentes, o Papa destaca que os menores são os primeiros a pagar o preço oneroso da emigração. Ele denuncia o tráfico, a exploração e o abuso destes menores que são privados dos direitos inerentes à infância. “O direito a um ambiente familiar saudável e protegido, de receber uma educação adequada, e de brincar são irrenunciáveis”, destaca a mensagem.

    Para Francisco, é preciso apostar na proteção, na integração e em soluções duradouras. Primeiro deve-se adotar todas as medidas possíveis para garantir a proteção e a defesa dos menores migrantes. O segundo passo é trabalhar pela integração das crianças e adolescentes migrantes. O Pontífice chama atenção para a escassez de recursos financeiros que torna-se impedimento à adoção de adequadas políticas de acolhimento, assistência e inclusão. Em terceiro lugar, o Papa faz um apelo para que se busquem e adotem soluções duradouras. Ele defende que esse problema deve ser enfrentado na raiz.

    Fonte: Vaticano