• Atual treinador do Dehli Dynamos, da Índia, Roberto Carlos diz que sua meta é a Seleção Brasileira Segunda-feira, 26/10/2015 às 09:18:51

    Fonte: Globo Esporte

    Foram mais de 20 anos como jogador. Passagens por grandes clubes como Inter de Milão e o tão comentado galáctico Real Madrid.  Pelo Brasil, o título mundial em 2002. A experiência da época como atleta fez com que Roberto Carlos seguisse seu caminho no futebol e se tornasse técnico. Assumiu o Sivasspor, da Turquia, em 2013, e depois o Akhisar Belediyespor, do mesmo país. Em 2015, assinou com o Delhi Dynamos, da índia.  O caminho trilhado até agora é um processo até seu objetivo maior: comandar a Seleção. Ele garante respeitar a posição de Dunga, mas diz que, quando o atual comandante sair,  “é só o telefone tocar para ele sair correndo”.   

    - Seleção brasileira é minha maior meta. Eu já estou pronto para chegar em uma seleção até porque eu tenho uma comissão técnica que já trabalhou na seleção brasileira e nisso tenho projeto de levar ex-jogadores comigo: Ricardo Rocha, Cafu. Essas pessoas que jogaram comigo e conhecem a seleção brasileira para me ajudarem em uma possível conquista. Eu já tenho pensado em tudo isso. Não quero ocupar o lugar do Dunga ainda não, mas quando o Dunga deixar a Seleção é só tocar meu telefone que vou correndo – afirmou Roberto Carlos em entrevista por telefone ao GloboEsporte.com.

    Enquanto o convite para realização de sua grande meta não chega, Roberto Carlos busca se aperfeiçoar. Em janeiro, após o término da Superliga Indiana, ele retorna ao Brasil para garantir a licença de treinador. O futuro depois desse prazo ainda está indefinido. Retornar ao Delhi é uma possibilidade, mas uma experiência como treinador em Espanha ou Itália não está descartada.